Topo
×
Já temos 4.124 noticias em nosso Acervo! Já passamos de 1 milhão de visitantes.

CESVI BRASIL: bolhas em pneus podem causar acidentes no trânsito

CDN – Comunicação 11/11/2016

Falta de calibragem, amassados e impactos nas rodas são alguns dos motivos para a ocorrência do fenômeno; fator aumenta risco de acidentes
 
São Paulo, 11 de novembro de 2016 - Muitos motoristas ficam atentos às imperfeições na lataria do carro e riscos na pintura. No entanto, quando o assunto são os pneus, há quem se esqueça de checar possíveis amassados nas rodas, a calibragem e, por conta disso, até mesmo deixar passar despercebido o surgimentos de bolhas nos pneus. Segundo o CESVI BRASIL, Centro de Experimentação e Segurança Viária da MAPFRE, o fenômeno pode colocar em risco a segurança de motoristas e pedestres.
 
O surgimento de bolhas nas borrachas dos pneus é considerado um fenômeno do meio automotivo e acontece, principalmente, por conta dos danos causados por buracos, guias, valetas ou impactos que possam danificar a estrutura da malha metálica ou demais regiões que compõem a estrutura do pneu.
 
“Quando isso acontece em um dos pneus do conjunto há aumento do risco de acidentes, pois há perda de resistência, o que o torna o veículo instável, com possibilidades até de rompimento da estrutura, colocando em risco os passageiros, pedestres e outros veículos”, afirma Gerson Burin, coordenador técnico do CESVI BRASIL.
 
Caso tenha verificado e constatado a presença de bolhas é indicado evitar o processo de vulcanização oferecido por alguns borracheiros, que visa prolongar a vida útil dos pneus “O ideal é a substituição do pneu avariado, lembrando que adquirir um novo é sempre a alternativa mais segura”, comenta o especialista.
 
Para evitar a formação das tais bolhas recomenda-se que o motorista reduza a velocidade sempre que for passar por algum buraco, lombada e meio fio. Outra dica para quem gosta de estacionar próximo a guia é evitar raspar o pneu. Essa ação recorrente pode ocasionar rasgos ou também as indesejáveis bolhas. 
 
“Vale lembrar que a troca dos pneus deve ser realizada sempre que apresentarem desgaste na marcação do TWI, que é o indicador de desgaste, ou quando o código DOT ultrapassar 5 anos. Para diminuir desgastes irregulares nos pneus, a recomendação é que o motorista utilize sempre a pressão indicada no manual do proprietário e crie um cronograma para não esquecer de alinhar e balancear o carro”, finaliza Burin.
Para mais informações sobre o CESVI BRASIL, basta acessar o site www.cesvibrasil.com.br.

Sobre o CESVI BRASIL
Fundado em 1994, o CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária), pertencente ao Grupo MAPFRE, é o único centro de pesquisa brasileiro dedicado à segurança viária e veicular e à disseminação de informação técnica para o setor e também para a sociedade. Foi o primeiro centro da América Latina e é membro do RCAR (Research Council for Automobile Repairs), uma associação internacional de centros de pesquisas de seguros com os mesmos objetivos.  Para conhecer as atividades do CESVI, acesse www.cesvibrasil.com.br, e também acompanhe as novidades pelo Twitter, Facebook, e YouTube em: www.twitter.com/cesvibrasil, www.facebook.com/cesvibrasil,  www.youtube.com/user/cesvibrasil. Mais informações sobre reparação automotiva também podem ser acessadas no blog: www.clubedasoficinas.com.br
 

Veja também
Autotrends
Fernando Calmon
CRIATIVIDADE AO OUSAR Alta Roda nº 965   31/10/17
Fernando Calmon
CONVERGÊNCIA NECESSÁRIA Alta Roda nº 958 12/9/17
Fernando Calmon
KWID AMPLIA ALTERNATIVAS Roda nº 953  08.08.2017
Como Anunciar ALLTOLOG
Assine nossa newsletter

Receba novidades e ofertas diretamente em seu e-mail! Cadastre-se!